Traduzir é frequentar esferas desconhecidas

O jornal Valor Online publicou hoje uma matéria (só para assinantes) sobre o alto nível das obras produzidas pelo primeiro time de tradutores literários no Brasil. Na abertura do texto, há uma linda citação da tradutora Heloisa Jahn: “Traduzir é frequentar esferas desconhecidas, entregar o cérebro ao  inesperado.”

Frase que muito bem se aplica aos intérpretes que ocupam as cabines de tradução simultânea e merece lugar de honra como post inaugural do nosso blog.

Deixe seu comentário